Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Stephanes: agricultura começa a se recuperar da crise

Neste dia, o ministro participou em São Paulo de duas reuniões na sede da BM&FBovespa. E afirmou, "a agricultura está em posição de relativa firmeza, considerando o cenário de crise". O Ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes voltou a afirmar que o setor agrícola é um dos que têm mais capacidade para se recuperar.

O ministro lembrou que, do lado da demanda, o Brasil foi favorecido pelas compras chinesas de soja, que seguem firmes, a despeito da crise econômica global; pelo aumento das exportações de açúcar, depois da quebra da safra indiana; e pelo café, cujas vendas externas vêm se recuperando gradativamente em volume e faturamento. "Participei de cinco feiras nos últimos meses. E, à exceção da Agrishow, ninguém fala em crise", afirmou.
Stephanes disse que outro indicativo positivo para a agricultura brasileira é a expectativa de aumento da participação de instituições privadas no financiamento da safra. Segundo ele, um representante de uma instituição privada que participou do encontro garantiu que "vagarosamente, os recursos externos estão voltando para a área agrícola e que a oferta de crédito será melhor que no ano passado". Quanto ao volume de recursos do governo para custeio da safra 2009/10, Stephanes afirmou que sua pasta continua batalhando por R$ 100 bilhões, mas que a decisão não depende apenas do Ministério da Agricultura.

Durante a segunda reunião, o ministro conversou com o diretor-presidente da BM&FBovespa, Edemir Pinto, sobre a importância a contribuição dos mercados futuros e de opções para a política agrícola. Também participaram do encontro o diretor de Commodities da bolsa, Ivan Wedekin; o presidente executivo da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs), Pedro de Camargo Neto.

Fonte: Estadão