Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Milho: primeiros manejos para proteger a lavoura

22/09/2020

Milho: primeiros manejos para proteger a lavoura
Aplicação de nitrogênio e controle de pragas exigem atenção

Com a conclusão da semeadura do milho em boa parte das áreas da região de atuação da Cotrijal, o foco já está na proteção da lavoura e alguns manejos para a manutenção do potencial produtivo. 

É o caso da aplicação de nitrogênio, recomendada na fase inicial da cultura. Para alto rendimento, a orientação é usar o nitrogênio em duas aplicações sequenciais, entre os estádios V3 (terceira folha) e V7 (sétima folha). Os cuidados com esse manejo é importante o produtor traçar junto ao seu assistente técnico, para melhor aproveitamento pela cultura. 


Atenção para a lagarta rosca

A lagarta rosca vive enterrada no solo em pequenas profundidades e tão logo formada a plântula, ela ataca, causando a redução de estande de plantas e consequentemente a perda de produtividade do milho. 

Outras espécies de lagartas, como as Spodoptera spp, também têm mudado seu hábito ocasionando danos similares. A orientação é o monitoramento das áreas e, em caso de dúvidas, procurar um profissional técnico da cooperativa. 


Percevejo migratório

Os primeiros dias após a emergência do milho são de extrema importância. Um bom monitoramento, com foco na presença de percevejos pode salvar o potencial da plantação, principalmente porque essa praga pode ter migrado de outras áreas ou até mesmo estar sob a palhada ou em plantas daninhas remanescentes. 

Ao se alimentar, o percevejo perfura os tecidos da planta e injeta saliva com toxinas. “Essas toxinas podem causar danos, como folhas mal formadas, plantas dominadas, perfilhos inviáveis, ou, em casos de alta pressão da praga, ocasionar até a morte da planta, reduzindo a população e a produtividade”, explica Alexandre Nowicki, coordenador técnico de Difusão da Cotrijal.

JORNAL DA COTRIJAL - Quer ter acesso à reportagem completa. Acesse a edição de setembro do Jornal da Cotrijal. E confira também entrevistas no AgroCast Cotrijal.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Marketing da Cotrijal
Foto: Givago Borghetti/Detec