Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Tarde de Colheita avalia desempenho das cultivares em Tio Hugo

Tarde de Colheita avalia desempenho das cultivares em Tio Hugo
A Unidade de Tio Hugo reuniu mais de 60 produtores para a 3ª edição da Tarde de Colheita (Clique para ver mais imagens)
Para o gerente Joelso Schneider, o momento é uma oportunidade de aprendizado e confraternização Produtores acompanharam a colheita e cálculo de produtividade de 11 variedades de soja O produtor Ruy Dorr acompanhou a Tarde de Colheita e aprovou a iniciativa

A colheita é momento de agradecer, celebrar, motivo de orgulho e de pensar em estratégias para garantir maior produtividade na próxima safra. Pensando nisso, a Unidade de Negócios da Cotrijal de Tio Hugo reuniu mais de 60 produtores para a terceira edição da Tarde de Colheita, nesta quinta-feira, dia 11/4, na propriedade do associado Romeu Hofstatter.

Ao todo, 11 variedades do portfólio da Sementes Cotrijal foram testadas. Todas semeadas no dia 13 de novembro e com os mesmos manejos. A colheita possibilitou aos produtores assistissem in loco os resultados obtidos em cada uma. "O proprietário da área realizou os mesmos manejos nas parcelas em relação ao restante da lavoura. Essa avaliação ajuda muito os produtores na escolha dos materiais para a próxima safra", apontou o gerente da Unidade, Joelso Schneider.

Em fevereiro, na mesma área foi realizado Dia de Campo para que os produtores pudessem analisar a cultura durante a etapa vegetativa.

O produtor Ruy Dorr aprovou a iniciativa. "É bom para conhecermos as variedades que são novas no mercado. Assim, temos uma ideia dos materiais com melhor rendimento na nossa região. Saio daqui decidido do que vou plantar no próximo ano", enfatizou.

O produtor alcançou média de 71 sacas/hectare na soja nesta safra, quatro sacas a menos do que no ano passado. Mesmo com a queda, Dorr avalia como uma boa safra.

Confraternização e palpite certeiro 

O assunto é sério e tem apelo de pesquisa, mas os produtores não perderam a oportunidade para se divertir. Aconteceu durante a atividade o 'palpitão do produtor', uma competição para ver quem acertaria previamente a variedade que mais produziu e qual a média alcançada. Neste ano, quem chegou mais perto foi Décio Pedro Morigi, que apostou na variedade Delta (segunda mais produtiva) e levou um presente para casa.

Na safra 2016/17, a cultivar Raio foi a campeã. No período 2017/18, a variedade Zeus alcançou a melhor média. E na safra 2018/19, a vencedora de produtividade foi a variedade 57I52.

"O momento é de aprendizado e confraternização, já que a grande maioria dos produtores já encerraram a colheita. Oportunidade de festejarmos o final da safra e a confiança que cada um depositou na Cotrijal", concluiu Joelso Schneider. 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Cotrijal


Tarde de Colheita avalia desempenho das cultivares em Tio Hugo Para o gerente Joelso Schneider, o momento é uma oportunidade de aprendizado e confraternização Produtores acompanharam a colheita e cálculo de produtividade de 11 variedades de soja O produtor Ruy Dorr acompanhou a Tarde de Colheita e aprovou a iniciativa