Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Produtividade em silagem de milho premiada pela Cotrijal

Produtividade em silagem de milho premiada pela Cotrijal
A premiação do 4º Concurso de Silagem de Milho Cotrijal & Syngenta aconteceu durante jantar na noite de terça-feira (Clique para ver mais imagens)
 Valdemiro Luis Dubenczuk, de Rio Toldo, Getúlio Vargas,   saiu o grande campeão Na categoria sem irrigação, o troféu de primeiro lugar ficou com Nelsindo da Silva Flores Mais de 200 pessoas prestigiaram a programação  O presidente da Cotrijal, Nei César Mânica, destacou a importância da premiação Renne Granato, gerente de Produção Animal, ressaltou o histórico de evolução dos produtores Superintendente de Produção Agropecuária, Gelson de Lima, e Rafael Chioquetta, gerente da Syngenta

A premiação do 4º Concurso de Silagem de Milho Cotrijal & Syngenta aconteceu durante jantar na noite de terça-feira (8), na Bier Site, em Carazinho, reunindo produtores participantes do concurso, familiares, equipe da Unidade de Produção Animal, gerentes, superintendentes e equipe da Syngenta.

Esta foi a primeira vez que o produtor Valdemiro Luis Dubenczuk, de Rio Toldo, Getúlio Vargas, participou do concurso e já saiu o grande campeão – alcançando a produtividade de 64.248 litros de leite por hectare. Como recompensa, o casal Dubenczuk recebeu o valor de R$ 2.500,00 e uma viagem para Natal (RN). "Eu fui em uma palestra na Unidade da Cotrijal em que o coordenador do Departamento Veterinário, Alan Issa Rahman, falava de 90 mil quilos de massa verde por hectare. Pensei que mesmo se eu não ganhasse o troféu, tendo essa produtividade na nossa propriedade já era mais do que o suficiente. Felizmente, conseguimos o objetivo, o resultado foi surpreendente", contou.  A família trabalha com 12 hectares, 70 animais, com sistema de confinamento free stall.

Na categoria sem irrigação, o troféu de primeiro lugar ficou com o produtor do primeiro distrito de Não-Me-Toque, Nelsindo da Silva Flores, que alcançou a produtividade de 61.497 litros de leite por hectare e também recebeu o valor de R$ 2.500,00. Para ele, o segredo é sonhar com o resultado e trabalhar para alcançar o objetivo. "Estou participando do concurso desde a primeira edição, quando minha produtividade estava na casa dos 40 mil litros. Já evoluí muito, mas eu acredito que com toda a tecnologia que está disponível no mercado e com a assistência técnica da Cotrijal é possível crescer mais", apontou o associado. 

Trabalho técnico reconhecido – Na noite de premiações, o trabalho dos veterinários da Cotrijal também foi reconhecido. Foram premiados os profissionais que obtiveram melhor média de litros de leite/hectare dos seus assistidos: Kleiton Maciel Kissmann de Não-Me-Toque foi o primeiro colocado; Jesihel Jewerson Roessler de Santo Antônio do Planalto foi o segundo; e Marcos Rovani de Igrejinha ficou com a terceira colocação.

Quatro anos de muita evolução

Esta é a quarta edição do concurso, que contou com a inscrição de 100 produtores de toda área de atuação da Cotrijal. O presidente da cooperativa, Nei César Mânica, participou da comemoração e destacou a importância deste momento de confraternização e interação entre os produtores, como uma troca de conhecimentos. "Precisamos reconhecer quem faz a diferença na propriedade", destacou.

Renne Granato, gerente de Produção Animal da Cotrijal, ressaltou a evolução dos produtores nestes quatro anos de concurso. "O ganhador do primeiro concurso, em 2014, fez 41 mil litros de leite por hectare. Em 2018, o ganhador fez 64 mil mil litros de leite por hectare – 22 mil litros a mais em quatro anos. Este diferencial é construído convertendo o potencial produtivo da silagem em leite, prestando atenção no nível de lavoura cultivada", concluiu.


Os vencedores:

Produtor Sequeiro
1º lugar: Nelsindo Flores (Unidade Não-Me-Toque)
2º lugar: Luis Adriano Goets (Unidade Mato Castelhano) 
3º lugar: Gladimir Antonio Beffart (Unidade Carazinho)
4º lugar: Anderson Talamini (Unidade Não-Me-Toque)
5º lugar: Arno Friederich (Unidade Não-Me-Toque)
6º lugar: Adelio Lammers (Unidade Lagoa dos Três Cantos)
7º lugar: Eder Mauricio Mistura (Unidade Nicolau Vergueiro)
8º lugar: Everton de Lucca (Unidade Colorado)
9º lugar: Irani Chaves (Unidade Santo Antônio do Planalto)
10º lugar: Ricardo Artuso (Unidade Passo Fundo)

Produtor Irrigação
1º lugar: Valdemiro Dubenczuk (Unidade Capo-Erê)
2º lugar: Guilherme Benetti Slaviero (Unidade Sertão)

Texto e fotos: Assessoria de Imprensa da Cotrijal


Produtividade em silagem de milho premiada pela Cotrijal  Valdemiro Luis Dubenczuk, de Rio Toldo, Getúlio Vargas,   saiu o grande campeão Na categoria sem irrigação, o troféu de primeiro lugar ficou com Nelsindo da Silva Flores Mais de 200 pessoas prestigiaram a programação  O presidente da Cotrijal, Nei César Mânica, destacou a importância da premiação Renne Granato, gerente de Produção Animal, ressaltou o histórico de evolução dos produtores Superintendente de Produção Agropecuária, Gelson de Lima, e Rafael Chioquetta, gerente da Syngenta