Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Com a segurança e a proteção que o trabalho exige

Com a segurança e a proteção que o trabalho exige
O assistente de TI, Alexandre Markus, em torre da Cotrijal de Engenho Grande: “Máximo cuidado e segurança” (Clique para ver mais imagens)
O operador de armazém, Antoninho Pereira, segue à risca normas de segurança Greice Keli da Cruz, 34, jardineira: capricho e proteção adequada

A Cotrijal não só apoia a Campanha Abril Verde, como também aplica rigorosamente todos os procedimentos necessários para propiciar diariamente um ambiente de trabalho seguro e saudável aos seus colaboradores. O uso de botina, capacete, óculos de proteção, cinto de segurança, luvas e máscara, dentre outros equipamentos de segurança, faz parte da cultura e da rotina de quem executa tarefas que exigem um maior cuidado.

Com 23 anos de casa, sendo 16 na função de assistente da área de Tecnologia de Informação (TI), Alexandre Balke Markus, 38 anos, já perdeu as contas de quantas vezes escalou torres de comunicação da cooperativa. Na Cotrijal de Engenho Grande, são 70 metros acima do chão. “Sempre com todo o cuidado, atenção, equipamentos e procedimentos que o trabalho exige”, fala. 

Quem também está sempre atento ao uso de EPIs é o operador de armazém da Unidade de Negócios de Não-Me-Toque, Antoninho Pereira do Amaral, 56 anos, que coordena equipe de mais de 30 pessoas. São 18 anos trabalhando no recebimento e armazenagem de grãos e a certeza de que proteção adequada nunca é demais. “Se vejo alguém sem EPI já ‘puxo a orelha’. É para a segurança e bem da própria pessoa”, fala. 

Para chamar a atenção sobre o tema e conscientizar para esse compromisso com a vida e saúde, a Cipa Cotrijal Sede espalhou cartazes e laços em pontos estratégicos nas unidades. “O nosso recado é para que todos trabalhem com cuidado, respeitem os limites, as normas de segurança e usem EPI sempre”, destacou o coordenador administrativo e presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - Cipa Sede, Leandro Orso Nascimento. 

Comportamento seguro

Pare - Não aja no piloto automático!
Pense - Planeje todas as etapas de sua tarefa, analise o risco, verifique o seu ambiente. 
Previna-se - Aja com prudência, adote as medidas de prevenção, controle e gerencie os riscos analisados na tarefa.
Prossiga - Reavalie todas as etapas de sua tarefa. Se está seguro, execute. 

Porque Abril Verde?
O verde é a cor que representa a Segurança do Trabalho e abril porque o dia 7 é o Dia Mundial da Saúde e o dia 28, o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes do Trabalho. 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Cotrijal


Com a segurança e a proteção que o trabalho exige O operador de armazém, Antoninho Pereira, segue à risca normas de segurança Greice Keli da Cruz, 34, jardineira: capricho e proteção adequada