Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Jovens mais preparados para assumir as propriedades

Jovens mais preparados para assumir as propriedades
Primeira turma foi formada por 19 jovens filhos de associados da Cotrijal (Clique para ver mais imagens)
Projeto é uma parceria da Cotrijal, Cooperativa Coopater e Sistema Ocergs-Sescoop/RS Formatura da 1ª turma do programa Aprendiz Cooperativo do Campo aconteceu nesta terça-feira Érik Schwalbert foi o vencedor e ganhou uma viagem internacional

Na tarde desta terça-feira (12), 19 jovens filhos de associados da Cotrijal deram mais um passo para o desenvolvimento profissional e sucessão familiar dentro das propriedades rurais. Aconteceu no restaurante do parque da Expodireto Cotrijal a cerimônia de formatura da primeira turma do programa Aprendiz Cooperativo do Campo – uma parceria da Cotrijal, Cooperativa Coopater e Sistema Ocergs-Sescoop/RS. 

Nei César Mânica, presidente de Cotrijal, lembrou que este é um projeto pioneiro em todo o Brasil, atendendo jovens com idade entre 14 e 24 anos. "Buscamos algo que estimulasse a permanência dos jovens no campo, promovendo a sucessão familiar profissionalizada e o empreendedorismo. A qualidade e dedicação de cada formando nos deu a certeza de que estamos no caminho certo. Já estamos pensando na segunda edição do programa", apontou.

Para o vice-presidente da cooperativa, Enio Schroeder, o programa auxilia na profissionalização da gestão das pequenas e médias propriedades, através de conhecimento teórico e prático. "Esta é mais uma ação que reafirma a responsabilidade que as cooperativas têm com seus associados. Estamos permanentemente preocupados com o bem-estar das famílias", mencionou.

Vergílio Frederico Perius, presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, enfatizou que dos 54 grupos de aprendizes cooperativos que estão em andamento no Estado, neste ano, a turma que se formou na tarde desta terça-feira tem o diferencial de visar a sucessão familiar rural. "Fazer um programa para jovens cooperativistas voltado para atividades rurais foi uma ideia que surgiu dentro da Cotrijal em 2012, pelo conselheiro fiscal Luiz Carlos Schuster. Hoje este modelo é referência para o Ministério do Trabalho, que compreendeu a importância da continuidade desta ação", informou.
 
A presidente da Coopater, Maria Regina de Freitas Teixeira, também destacou o desempenho dos alunos durante as aulas. "Temos convicção que nada se conquista sem esforço e este projeto contribui para construir o futuro dos jovens", reafirmou. 

Prêmio para o melhor Plano de Melhorias para Propriedades – Oito alunos do Projeto Aprendiz Cooperativo do Campo da Cotrijal inscreveram projetos de melhorias nas propriedades. O autor do melhor projeto foi conhecido durante a formatura e será premiado com uma viagem internacional, em 2018.

Érik Schwalbert foi o vencedor. Apresentando o Projeto Ampliação da Atividade Leiteira, ganhou a medalha de ouro, além da viagem internacional. "Estou muito feliz com o prêmio, mas mais satisfeito ainda com o conhecimento adquirido durante todo o curso. Hoje estou certo que tenho potencial para a sucessão na propriedade da minha família", agradeceu.

As medalhas de bronze ficaram com Adriel Papke, Gustavo Fernando Marquetti e Taylor Henrique Roehrig. Já quem recebeu as medalhas de prata foram Eduardo Moreira da Silva, Otávio Mikael Gniech, Rauéli Larissa Barboza e Victor Mateus Schuster. 

Fonte: Assessoria de Imprensa Cotrijal


Jovens mais preparados para assumir as propriedades Projeto é uma parceria da Cotrijal, Cooperativa Coopater e Sistema Ocergs-Sescoop/RS Formatura da 1ª turma do programa Aprendiz Cooperativo do Campo aconteceu nesta terça-feira Érik Schwalbert foi o vencedor e ganhou uma viagem internacional