Todas as Cidades
Histórico
Chuvas

Governo e trabalhadores rurais discutem crédito fundiário

24/03/2009

O Programa Nacional de Crédito Fundiário será discutido de hoje (24) a sexta-feira (27) em Brasília, no Encontro Nacional do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag). O objetivo é ampliar o acesso ao programa por meio dos sindicatos de trabalhadores rurais.

O secretário nacional de Política Agrária do PT, Osvaldo Russo, falará sobre a questão agrária. Às 14h, o secretário nacional de Reordenamento Agrário do MDA, Adhemar Lopes de Almeida, dará detalhes sobre o programa. Em seguida, o secretário de Política Agrária da Contag, Paulo Carallo, falará sobre a participação dos sindicatos de trabalhadores rurais no plano.

O Programa Nacional de Crédito Fundiário foi criado em 2003 para democratizar o acesso à terra, criar mais empregos no campo, evitar o êxodo para as cidades, incentivar a agricultura familiar em bases sustentáveis e diminuir a pobreza rural. Um de seus objetivos é facilitar as condições dos trabalhadores e das trabalhadoras do campo para obtenção do crédito destinado à compra de imóvel. O programa beneficia atualmente mais de 68 mil famílias, tendo sido adquiridos mais de 1,266 milhão de hectares. Fonte: www.agrolink.com.br
O Programa Nacional de Crédito Fundiário será discutido de hoje (24) a sexta-feira (27) em Brasília, no Encontro Nacional do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag). O objetivo é ampliar o acesso ao programa por meio dos sindicatos de trabalhadores rurais.

O secretário nacional de Política Agrária do PT, Osvaldo Russo, falará sobre a questão agrária. Às 14h, o secretário nacional de Reordenamento Agrário do MDA, Adhemar Lopes de Almeida, dará detalhes sobre o programa. Em seguida, o secretário de Política Agrária da Contag, Paulo Carallo, falará sobre a participação dos sindicatos de trabalhadores rurais no plano.

O Programa Nacional de Crédito Fundiário foi criado em 2003 para democratizar o acesso à terra, criar mais empregos no campo, evitar o êxodo para as cidades, incentivar a agricultura familiar em bases sustentáveis e diminuir a pobreza rural. Um de seus objetivos é facilitar as condições dos trabalhadores e das trabalhadoras do campo para obtenção do crédito destinado à compra de imóvel. O programa beneficia atualmente mais de 68 mil famílias, tendo sido adquiridos mais de 1,266 milhão de hectares. Fonte: www.agrolink.com.br